Guia IEM Katowice 2019

Principal campeonato de Counter-Strike: Global Offensive do semestre, IEM Katowice 2019 será o primeiro major da organização ESL desde o ESL One Cologne 2016, torneio no qual os brasileiros da então SK Gaming se tornaram bi-campeões mundiais.

Katowice sediará o décimo-quarto Major de CS:GO

O major retorna à uma das capitais dos eSports, Katowice na Polônia, cidade que já sedeou três campeonatos do mesmo porte no CS:GO além de ser referencia em outros games, como Dota2. No total, 24 times irão se enfrentar entre os dias 14 de fevereiro à 3 de março pela maior fatia da premiação total de $1,000,000.

O Quero Apostar irá cobrir toda a competição, com prognósticos e apostas, além deste guia completo onde você encontra análise de todas as equipes.


Legends

Com status “Legends”, estes são os oito times que conseguiram passagem direta para o Major, sem a necessidade de disputar qualificatórios e passar pelo New Challengers Stage, devido a aparição nos playoffs do FACEIT Major London 2018.

Astralis – ★★★★★

Atualmente a número 1 do mundo, Astralis chega à Katowice visando seu terceiro título de Major. A equipe, composta por 5 dos 13 melhores jogadores do mundo, dominou de maneira incrível o cenário do game ao longo de 2018 e sem dúvidas vale apontar como principal favorito ao título, sendo o time mais completo em todos os aspectos do game.

Os dinamarqueses triunfaram no ELEAGUE Major Atlanta 2017 e no FACEIT Major London 2018. Caso consigam vencer na Polônia, se juntam à fnatic como únicas organizações a conquistarem três títulos de Major. Essa “Era Astralis” é considerada uma das maiores da história do CS:GO e será difícil tirar o time do topo, principalmente após as várias mudanças recentes realizadas nos principais times adversários.

Line-up: gla1ve, Magisk, device, Xyp9x, dupreeh.

Team Liquid – ★★★★★

Os norte-americanos da Team Liquid se firmaram no último ano como segundo melhor time do mundo, tendo chegado à inúmeras finais de campeonatos tier 1 mas perdendo praticamente todos para os dinamarqueses da Astralis. Nesta off-season, foi anunciado que o treinador zews e o jogador TACO se juntariam aos antigos companheiros de time na MiBR, e que Stewie2K (ex-MiBR) seria o quinto jogador da TL.

Com as mudanças feitas, Liquid disputou o iBUYPOWER Masters em janeiro e, em mais uma ocasião, enfrentou a Astralis na final. Entretanto, conseguiram triunfar e mostraram que de fato o favoritismo do top-1 está ameaçado em relação ao Major.

A organização nunca conquistou um Major de CS:GO, mas foi finalista há dois anos no ESL One Cologne 2016.

Line-up: Twistzz, Stewie2K, nitr0, EliGe, NAF.

Natus Vincere – ★★★★★

Tendo em sua equipe o melhor jogador do mundo, não podemos deixar a tradicional Natus Vincere de fora deste top-3 do IEM Katowice 2019.

Na’Vi, que em 2018, conquistou quatro títulos de campeonatos tier 1, teve disputas bem mais acirradas com a Astralis no último ano mas demonstrou mais inconsistência, sendo um time que cresce ao longo dos torneios se tiver tempo para se desenvolver, mas que por vezes tropeça.

s1mple foi eleito pela HLTV.org o melhor jogador do mundo, de forma bastante merecida, e certamente estará pronto para provar que a escolha do portal foi correta. Vale destacar também electronic, eleito o quarto melhor jogador do mundo no mesmo ranking e que segue demonstrando enorme escanção no cenário do game.

Natus Vincere já registrou três aparições em finais de Major (DreamHack Cluj-Napoca 2015, MLG Colombus 2016, FACEIT Major London 2018), mas nunca conseguiu erguer o troféu mais desejado do CS:GO.

Line-up: s1mple, electronic, Zeus, Edward, flamie.

FaZe – ★★★★

Sendo atualmente o quinto melhor time do mundo, FaZe segue como uma das equipes mais inconsistentes do cenário e que não vem conseguindo títulos quando está em torneios tier 1. A organização disputou como campeonato preparatório o ELEAGUE Inviational em janeiro, juntamente com outras três equipes que não estão no top-10 do cenário, e conseguiu o título, mas ainda assim é um time incógnita.

FaZe, assim como a Team Liquid, realizou mudanças tanto na line-up quanto na parte tática. O treinador RobbaN anunciou sua saída e a organização contratou YNk (ex-MiBR) para o cargo. Entre os players, karrigan foi dispensado e assinaram AdreN (ex-Gambit) para substitui-lo.

FaZe conseguiu chegar na final do ELEAGUE Major Boston 2018, mas falhou em conquista-lo. Será interessante observar se esse time conseguirá ir longe em Katowice após as recentes mudanças.

Line-up: AdreN, GuardiaN, rain, NiKo, olofmeister.

MiBR – ★★★★

Principal time brasileiro de CS:GO, a MiBR também foi um dos times que passou por mudanças. Como já dito, zews e TACO se uniram à FalleN & Cia após uma tentativa frustrada da organização de jogar com um time misto de nacionalidades. Além da saída do Stewie2K, foi anunciado que tarik foi colocado no “banco de reservas” e que felps (ex-INTZ) também retornaria ao servidor com seus antigos campanheiros de time.

Esta line-up jogou junta ao longo de 2017 e conseguiram triunfar em cinco torneios tier 1, inclusive até tendo sido top-1 do mundo de junho à dezembro daquele ano. zews, por sua vez, esteve com este time nas duas conquistas de Major em 2016.

A longo prazo, Made In Brazil empolga bastante. Em relação ao IEM Katowice 2019, temos dúvidas se podem conseguir chegar numa semi-final. Fato é que os brasileiros, assim como Astralis, podem se unir à fnatic como únicas equipes a conquistarem três títulos de Major caso triunfe na Polônia.

Line-up: FalleN, fer, felps, coldzera, TACO.

BIG – ★★★

BIG se consolidou no último ano como um dos principais times de mundo após as inúmeras aparições em grandes competições, sempre se destacando pela sua qualidade tática, com bom map pool e bons setups. Entretanto, faltou skill para que a Berlin International Gaming conseguisse dar um passo a mais e se firmar no top-10 mundial.

Para resolver isto, decidiram contratar XANTARES (ex-Space Soldiers) e afastaram smooya, jogador que vinha performando de forma bem fraca. XANTARES se tornou uma das principais revelações do cenário nos últimos anos, sempre apresentando ótimas performances em jogos presenciais. Vem sendo relatado que o recém-contratado vem enfrentando dificuldades em se comunicar em inglês, e isto talvez seja o principal obstáculo que o time enfrentará na Polônia.

BIG disputou todos os últimos três Majors (PGL Major Krakow 2017, ELEAGUE Major Boston 2018, FACEIT Major London 2018), e registrou duas aparições em quartas-de-final e uma eliminação em fase de grupos.

Line-up: gob b, tabseN, tiziaN, XANTARES, nex.

compLexity – ★★

Os norte-americanos da compLexity chocaram o mundo no FACEIT Major London 2018 ao conquistar status de Legends, após um inesperado 3-0. Mais tarde, jogadores do time vieram a dizer que até eles se surpreenderam com o ocorrido e que deram sorte na fase de grupos. Fato é que compLexity fez mudanças recentes e terá dificuldades de repetir o top-8.

coL, como é conhecida, apresentou fraquíssimas performances nos últimos meses do último ano e decidiu fazer duas mudanças, substituindo ANDROID e yay por Rickeh (ex-Rogue) e n0thing (ex-Old Guys Club). Rickeh não é conhecido por sua skill, mas assim como n0thing, pode contribuir na experiencia e fazer esta line-up funcionar a longo prazo.

A organização faz sua segunda aparição em Major, já como Legends, e precisarão de muito CS:GO para manter o status.

Line-up: n0thing, ShahZaM, dephh, stanislaw, Rickeh.

HellRaisers – ★★

Assim como a compLexity, HellRaisers foi um dos times que inesperadamente conseguiu classificação para os playoffs do último Major.

Atualmente o 16º colocado no ranking mundial, o time disputou neste mês apenas o WePlay! — onde perdeu na final para Vitality — e o qualificatório europeu do IEM Sydney 2019, onde não obteve sucesso. Desde o último Major, fizeram apenas uma mudança na line-up, sendo a substituição do bondik pelo Hobbit (ex-Gambit), mudança essa que já foi testada e que ainda não demonstrou efeitos positivos.

No geral, HellRaisers tem uma equipe repleta de jogadores que já demonstraram ser muito bons no servidor. Entretanto, nada me confirma que conseguirão repetir o status de Legends, da mesma forma que a compLexity.

Line-up: ANGE1, Hobbit, woxic, DeadFox, ISSAA.


New Challengers

Os “novos desafiantes” que irão participar do New Challengers Stage são compostos pelos seis times que foram eliminados na fase de grupos do último Major com pelo menos uma vitória ao longo da campanha, os oito times classificados através dos Minors regionais, e os dois que conquistaram vaga através da repescagem dos Minors, que envolviam os terceiros colocados de cada região. Apenas 8 desses 16 que disputarão o New Challengers Stage irão conquistar vaga para a próxima etapa do IEM Katowice 2019.

NRG – ★★★

Tendo se consolidado como um dos três melhores times norte-americanos, NRG está ranqueado como sexta melhor equipe do cenário competitivo. Tendo como principal destaque o búlgaro CeRq, um dos awpers em ascensão, NRG venceu três campeonatos tier 1 ao longo de 2018, teve diversas aparições em outros e foi o grande campeão do Minor norte-americano. Com quatro estrelas, sem dúvidas é um time que pode avançar para os playoffs.

Line-up: daps, FugLy, Brehze, nahtE, CeRq.

FURIA – ★★

O Brasil não terá apenas a MiBR representando o país na Polônia, ao passo que a FURIA também conseguiu se classificar para o New Challengers Stage após a segunda colocação no Minor norte-americano. FURIA tem a base de sua line-up estabilizada desde o inicio de 2018 e está muito afiada taticamente e na skill, com kscerato e yuurih sendo duas das maiores revelações brasileiras. kscerato inclusive foi sondado pela MiBR para substituir tarik, mas as negociações vieram a falhar. Apesar de todo o hype criado envolvendo a organização, enfrentará times de nível muito superior neste New Challengers Stage e pode ser considerado um upset caso consigam ir além.

Line-up: arT, yuurih, VINI, kscerato, ableJ.

Renegades – ★★

Os australianos do Renegades tem duas aparições em Majors, ambas no ano passado, e chega ao New Challengers Stage após uma conquista relativamente fácil do Minor asiático. São apontados como 13º melhor time do mundo e sempre costumam ser uma equipe que incomoda muitos em torneios presenciais, mas que ao mesmo tempo sofre com inconsistência, nunca conseguindo entrar no top-10. Será interessante observar a campanha da Renegades em Katowice.

Line-up: jks, AZR, jkaem, Gratisfaction, liazz.

Grayhound – ★

Grayhound faz sua primeira participação em Major após a segunda colocação do Minor asiático. O time surgiu no cenário mundo no inicio de 2018, com participação no IEM Sydney, e conseguiu manter uma significante evolução, tendo dominado o cenário australiano de CS:GO no último semestre. Entretanto, é um time que joga numa região que tem um nível bem fraco no game e ainda não provou nada em torneios tier 1, dificilmente conseguirão avançar no New Challengers Stage contra as fortes equipes que estão presentes em Katowice.

Line-up: dexter, erkaSt, malta, sterling, DickStacy.

AVANGAR – ★★

AVANGAR é a 22ª melhor equipe do mundo entrando neste New Challengers Stage, tendo conquistado vaga após a conquista do CIS Minor. É uma organização que já tem experiencia em Major, tendo disputado o ELEAGUE Major Boston 2018 no inicio do último ano, e que costuma ser consistente na parte tática, sendo um duro adversário em duelos MD3.

Line-up: fitch, buster, KrizzeN, qikert, Jame.

Spirit – ★★

Um dos principais times tier 2 de 2018, Spirit finalmente consegue aparição num grande torneio presencial. A equipe, que se classificou com a segunda vaga do CIS Minor e que é considerada a segunda melhor equipe da região CIS — atrás apenas da Natus Vincere, está no top-20 mundial e é muito completa na parte tática e também na skill. A inexperiência desta line-up me preocupa, e por isso lhes dei apenas duas estrelas de força, mas sem dúvidas podem surpreender na Polônia.

Line-up: DavCost, Dima, S0tF1k, COLDYY1, somedieyoung.

ENCE – ★★★

ENCE, um dos times que mais se popularizou ao longo de 2018, entra neste Major como décimo-segundo melhor time do cenário do CS:GO. O time finlandês venceu o Minor europeu, eliminando a mousesports e batendo a North na grande final, e é um dos times mais completos no quesito role players. Tem riflers muito bons e um excelente awper no experiente allu, é um dos meus favoritos para conseguir ser um dos oito times a avançar para a próxima fase do IEM Katowice 2019.

Line-up: allu, Aerial, xseveN, Aleksib, sergej.

Vitality – ★★★

Composto por ex-jogadores da Envy e tendo a principal revelação europeia em sua line-up, Vitality conseguiu a segunda vaga do Minor europeu e é mais um dos times que acredito ter grandes chances de avançar no torneio. ZywOo é considerado um dos principais prospectos do cenário, e com 18 anos faz sua estréia no Major após cinco meses que assinou com a Vitality, tendo um rating inacreditável de 1.44 nos últimos três meses.

Line-up: NBK-, RpK, apEX, ALEX, ZywOo.

Cloud9 – ★★★

A organização norte-americana mais popular do cenário, Cloud9 retorna ao New Challengers Stage depois de registrar uma vitória e três derrotas no último Major. A equipe teve um ano pífio após a conquista do ELEAGUE Major Boston 2018, principalmente após as saídas de Stewie2K e tarik, e se reformulou completamente, tendo apenas dois jogadores presentes da line-up que foi campeã do mundo. Cloud9 apresentou boas performances nos últimos meses e pode aparecer de forma positiva na Polônia.

Line-up: flusha, kioShima, RUSH, autimatic, Zellsis.

G2 Esports – ★★★

Apesar de ter passado por um péssimo 2018 e de não ter demonstrado um CS:GO consistente há bastante tempo, precisamos sempre ter enorme respeito com a G2 Esports, ao passo que tem shox e kennyS na line-up. O time passou por mudanças, adicionando JaCkz (ex-3DMAX) e Lucky (ex-3DMAX) e dispensando Ex6tenZ e SmithZz. Registraram 2 vitórias e 3 derrotas no último Major, certamente irão buscar algo melhor nesta nova oportunidade.

Line-up: JaCkz, shox, kennyS, bodyy, Lucky.

Ninjas in Pyjamas – ★★★

Uma das equipes mais tradicionais da história do CS:GO, Ninjas in Pyjamas registrou 2-3 no FACEIT Major London 2018 e entra na Polônia para tentar retornar ao status de Legends. NiP, que conseguiu aparição em cinco finais consecutivas de Major entre 2013-15, tem apenas um título mundial mas segue como um dos principais times do cenário, sendo ranqueado como 10º melhor do game.

Line-up: f0rest, GeT_RiGhT, dennis, Lekr0, REZ.

TyLoo – ★★

TyLoo é um time já conhecido no cenário tier 1, ao passo que sempre se classificam para competições de alto nível que abrem qualificatórias para a China, mas nunca conseguem boas performances diante dos principais times do mundo. TyLoo conseguiu fazer sua estréia em Major na última edição, e ficou com campanha de 1 vitória e 3 derrotas, apresentando um péssimo CS:GO. Apesar das expectativas sempre bem baixas nos chineses, será interessante conferir se conseguem alguns upsets.

Line-up: Summer, BnTeT, AttackeR, somebody, xccurate.

Vega Squadron – ★

Apesar de ser considerado fraco, principalmente em jogos online, Vega Squadron chega a terceira aparição em Major. A equipe disputou todas as últimas três edições, tendo registrado campanha de 1 vitória e 3 derrotas no FACEIT Major London 2018. Essa organização chegou a ser considerada top-15 do mundo em fevereiro do último ano, mas entram em Katowice ranqueado como 51º. A fase recente é péssima e dificilmente conseguirão ser um dos oito times a avançar para a próxima etapa da competição.

Line-up: tonyblack, chopper, jR, hutji, crush.

fnatic – ★★★

Talvez a organização mais popular nos eSports, sendo uma potência em diversos games, fnatic chega a sua décima-quarta participação neste campeonato, sendo ao lado da Natus Vincere as únicas equipes que estiveram presentes em todos os Majors. Os suecos, apesar de estarem ranqueados na quinta posição mundial, não são apontados como favoritos ou runner-ups devido a falta de consistência desde que realizaram mudanças na line-up, mas podem conseguir status de Legends se tiverem afiados taticamente.

Line-up: Xizt, JW, twist, KRiMZ, Brollan.

Winstrike – ★

Um dos times que não conseguiu ficar dentre as duas primeiras colocações do CIS Minor, Winstrike venceu o playoff de repescagem envolvendo as quatro equipes que obtiveram a terceira colocação em seus qualificatórios regionais e chega à sua segunda aparição em Major. É um time bem mediano taticamente, mas que tem boa skill e que em jogos MD1 pode conseguir upsets.

Line-up: WorldEdit, wayLander, Kvik, Boombl4, n0rb3r7.

Vici Gaming – ★

Vici Gaming não venceu o playoff de repescagem, mas garantiu a segunda colocação, o que também dava direito a vaga no New Challengers Stage. Dentre as equipes e apenas uma estrela de força, talvez seja a mais fraca — ao lado da Grayhound, ao passo que tem jogadores bem inexperientes, tem skill muito inferior à média da competição e taticamente não demonstram nada diferente, tendo um map pool muito escasso. Fazem sua estréia em Major mas será de enorme surpresa se conseguirem passar da New Challengers Stage.

Line-up: advent, zhokiNg, aumaN, kaze, Freeman.


Para uma cobertura completa do IEM Major Katowice 2019, adquira o Grupo de Picks do Quero Apostar

Clique na foto e adquira já o mais lucrativo grupo de apostas esportivas do Brasil