Entrevista Cristiano Trader – Especialista em Galgos

No país do futebol, a maioria dos traders foca nos campeonatos nacionais e europeus.
Porém, um trader do Mato Grosso decidiu se especializar num mercado pouco usual: os galgos.

Para quem não sabe, trata-se de um grupo de raças de cachorro cuja principal característica é a velocidade, onde podem atingir mais de 70km/h.

E na mesma velocidade em que disputam corridas, entram apostas na maior bolsa do mundo, a Betfair.

Nela, Cristiano tem conquistado excelentes resultados, alcançando um crescimento de 71,8% sobre a banca apenas em 2020.

O QueroApostar conversou com ele para entender mais da modalidade, e o que ele faz para ser tão lucrativo nesse mercado.

QueroApostar.com: Como começou nas apostas?

Cristiano Trader: Conheci as apostas em 2015 por indicação de um amigo, mas achei de início algo muito difícil por não entender questões básicas como método, gestão, disciplina e principalmente longo prazo.

Eu só comecei a me dedicar nas apostas quando esse mesmo amigo que me apresentou as apostas começou a pagar contas e fazer uma grana legal com elas, aí virou a chave.

E se talvez eu não tivesse visto isso acontecer do meu lado eu provavelmente não teria entrado para esse mundo.

QA: Porque decidiu focar no mercado de galgos?

CT: Eu iniciei direto no futebol nas apostas, como a maioria aqui no Brasil, passei pelo scalping usando software na Betfair e já fazia um dinheiro legal, mas nos galgos vi que tinha um potencial alto para as apostas, por depender apenas de um animal, sem questões emocionais humanas, tem corrida a cada 5 minutos por dia e todos os dias.

Outro detalhe que pesou bastante foi o mercado AvB na Bet365 já que o galgo não precisa vencer a corrida bastar ficar na frente do adversário, se parecendo muito com a bolsa de valores, ou sobe ou desce. Além da Odd que quando comecei era sempre acima de 1,80 praticamente todas as corridas. Hoje migrei para betfair por questão de método e limitação.
Esses detalhes e os lucros iniciais logo nos primeiros meses que comecei nos galgos, me fez se apaixonar pelo esporte.

QA: Você falou sobre metas de ganhos, como funciona isso? E no caso de perdas?

CT: No mercado que eu trabalho eu busco um percetual acima da minha stake diariamente, quando trabalho com stake fixa.

E finalizo o dia no Red se tiver 3 reds, já que o mercado Lay da betfair nem todos os dias conseguimos Odds baixas para trabalhar, então minha taxa de acerto tem que ser bem alta para ser lucrativo.

QA: Como é a rotina de um apostador de galgos?

CT: As melhores corrida das UK (Corridas do Reino Unido) são logo cedo, então me preparo na noite anterior fazendo os análises. Para começar o dia bem cedo, e muitas vezes 10H da manhã já estou com meta batida, mesmo assim gosto de acompanhar o mercado e a tarde vejo resultados e tendências.

De segunda a sábado tenho essa rotina, no domingo gosto de folgar e descansar das apostas, até pq muitas corridas no Domingo são usadas para testar galgos iniciantes , lesionados e quase aposentados.

QA: Onde encontra material de estudo, horário das corridas, etc…?

CT: Um dos maiores site nessa área é o RacingPost, que também contém conteúdos para corridas de cavalos. Outro que gosto é o sports.coral com muitas informações, todos os dois sites são gratuitos.

QA: Você acredita ter algum diferencial para conseguir somar +71,80% da banca apenas em 6 meses?

CT: O meu principal diferencial é fazer o feijão com arroz , o simples e repetitivo leva a perfeição, gostar de ler e estudar tbm faz a diferença.

QA: A pandemia afetou muito o seu mercado?

CT: O mercado dos galgos foi bem afetado com a pandemia ficando quase 3 meses sem corridas no Reino unido 🇬🇧 que é a região onde pra mim, tem as melhores corridas.

QA: As apostas em AvB estão disponíveis na Bet365, mas você hoje focou na Betfair. Foi só por conta da limitação essa mudança?

CT: O motivo mais forte foi a limitação, mas como eu aprendi a apostar na Betfair quando entrei para o mundo das apostas, e já trabalhava com o mercado Lay ao favorito , facilitou demais a migração.

QA: Ainda dá pra fazer galgos na Bet365?

CT: Com certeza , apesar das limitações e Odd um pouco mais esmagadas, o principal mercado AvB é muito lucrativo.

QA: Você opera mais ao vivo, ou pré?

CT: 99 % pré.

QA: Usa software nas suas entradas?

CT: Não há necessidade para os galgos no que eu faço, mas uso o Geek Stoy que é mais rápido que o site e me ajuda a pegar Odd melhores tbm, já que na Betfair as Odd oscilam muito.

Outro que usei muito e até pra validar métodos é o BF Manger que faz a aposta automático durante o dia nos galgos selecionados por mim.

Ele busca a melhor Odd possível e faz a aposta programa.

QA: Quais são seus planos para o futuro?

CT: Pretendo continuar nos investimentos esportivos por muitos anos, tanto nos galgos quanto fazendo trading em cavalos, que é outra paixão. Pretendo também trocar de escritório para um maior e gerar mais conteúdo de valor para pessoas que estão iniciando nessa área.


Comentários estão fechados.