Tony Bloom – A história do maior apostador de futebol da Inglaterra

Ele ganhou tanto que comprou um time de futebol!

https://www.youtube.com/watch?v=Shj0S6tLCLA

Anthony Grant Bloom (nascido em 20 de março de 1970 em Brighton , Sussex) , conhecido popularmente como Tony “The Lizard” Bloom, é um apostador esportivo profissional britânico, que ficou conhecido por ser dono do clube de futebol Brighton & Hove Albnion na Inglaterra, e também por ser o idealizador do Starlizard, o maior sindicato de apostas do mundo.

O apelido “The Lizard” que quer dizer lagarto em português, se fez por conta da frieza com que toma as suas decisões nos investimentos, seja nas apostas, ou no poker. Estima-se que ele tenha uma fortuna de bilhões.

Início nas apostas:

Tony Bloom começou cedo no mundo das apostas. Aos 10 anos de idade, Bloom fez sua primeira aposta em uma máquina de caça-níqueis, e ele ficou imediatamente fascinado com a ideia de correr risco para obter ganhos altos.

À medida que foi envelhecendo, o interesse dos caça-níqueis se voltou para as apostas esportivas, de onde ele não saiu mais.

Ainda adolescente, ele utilizou uma identidade falsa e conseguiu entrar em várias casas de apostas para apostar nos seus times favoritos. Ele começou a ganhar muito ainda bem jovem, mas acabou sendo pego e forçado a adiar sua carreira de jogador até atingir a idade legal de apostas. Quando finalmente tinha idade suficiente, Bloom voltou ao mundo das apostas esportivas, principalmente apostando em partidas de futebol.

Depois de se formar na faculdade e trabalhar para a Ernst & Young por um curto período, Bloom decidiu tentar a profissionalização nas apostas.

Com uma abordagem de mercado bastante agressiva, Bloom tinha em mente que para ganhar muito, você tem que estar bem com o risco de perder. Essa mentalidade ajudou ele a ter um bankroll considerável para começar.

Estratégia inicial:

Uma das estratégias que mais fizeram The Lizard lucrar, foi precificar muito bem o impacto das lesões. Apostadores e casas de apostas muitas vezes reagem exageradamente a lesões, especialmente com jogadores renomados. Bloom notou isso como uma ineficiência do mercado e frequentemente apostava no time com o jogador lesionado.

Outro ponto interessante na sua estretégia, era esperar o máximo para fazer uma aposta, para ter a maior quantidade possível de informações. Para ele, apostar com mais informações supera os benefícios de apostar logo na abertura.

Desbravando o handicap asiático:

Com seu sucesso nas apostas, Bloom começou a trabalhar com Victor Chandler, onde começaram uma incursão pelos handicaps asiáticos, que embora populares hoje, na época eram desconhecidos.

A formação matemática de Bloom deu a ele uma vantagem nesse mercado, e graças ã sua capacidade analítica, analisava os dados e encontrava desajustes nas linhas.

Morando na fez com que a Victor Chandler ganhasse muito dinheiro. Morando na Tailândia por alguns meses, além da Espanha e Gibraltar, Bloom e VC fizeram fortuna.

Na Copa do Mundo de 1998, Bloom convenceu Victor a apostar tudo que haviam ganho na Copa na vitória da França na final da Copa do Mundo. Ele estava convencido de que as casas estavam subestimando as chances da seleção francesa. O resultado desse jogo todos conhecem, e embora não se saiba a quantia ganha, é certa que ganharam alguns milhões.

Sindicato Starlizard:

Depois de sair da Victor Chandler, Bloom fundou sua própria casa, a Premier Bet, onde ganhou ainda mais dinheiro, mas não ficou muito tempo. Após vender a empresa por mais alguns milhões, Bloom fundou a Starlziard, que é hoje o maior sindicato de apostas do Reino Unido.

Especializado em encontrar desajustes e ter hedge sobre as casas, a empresa é hoje um prédio que compila dados e informações com grande qualidade.

A percepção deles vem não apenas dos dados da liga e dos jogadores, mas também de informações de qualquer fonte em que possam colocar as mãos. Seja um tipster, um amigo de um jogador ou um especialista, a empresa assume o impacto da moral e do treinamento para analisar cada pequeno dado o máximo possível. Seus modelos são constantemente atualizados para refletir quanto peso cada fator tem, e muito raramente oferecem apostas -EV aos seus clientes.

Os funcionários são obrigados a assinar um termo de confidencialidade, o que acaba dificultando termos maiores informações sobre o Starlizard.

Compra do Brighton:

A conexão de Bloom com o Brighton remonta à sua família, já que o tio era diretor e o seu avô foi vice-presidente.

O Brighton nunca foi um clube grande na Inglaterra. Em 1983, no mesmo ano em que foi finalista da Copa da Inglaterra, onde perder para o Manchester United, após um período de estabilidade que durou quatro temporadas, o time foi rebaixado.

Em 1997 o time afundou para a quarta divisão, e com mais um rebaixamento em vista, estava à beira da falência. O estádio Goldstone Ground precisou até ser vendido para pagar dívidas, o que obrigou o time a jogar em Gillingham’s, para um público bem menor do que estava acostumado.

A quase extinção, porém, deu início ao renascimento com o envolvimento maior de alguns torcedores.

Demorou, mas em 2001 veio o acesso à terceira divisão. Nos anos seguintes, um sobe e desce com a segunda divisão.

Até que em 2009 Tony Bloom resolveu assumir o comando do clube de vez. Ele já havia participado do financiamento e das negociações que resultaram na construção do novo estádio do clube, o Amex Stadium.

“Tenho sido um fã de futebol e um apostador desde os sete anos de idade. Meu interesse por ambos cresceu ao mesmo tempo”, disse. “Assumir o clube foi uma decisão feita sem pensar muito. Eu absolutamente amo o clube, sou apaixonado pelo clube. Eu queria que os fãs atuais e do futuro, possivelmente meus bisnetos, tivessem a chance de ter um clube de futebol para torcer na cidade, foi isso que me fez tomar essa decisão”.

A história de Tony Bloom é absolutamente incrível, e é mais uma demonstração do quanto as apostas esportivas podem mudar a vida não só de uma pessoa, mas de milhares, haja vista a quantidade de pessoas impactadas pelo sucesso do Lagarto.

Quer apostar profissionalmente? Registre-se na Pinnacle, a casa que não limita apostadores vencedores!