Novak Djokovic vs Rafael Nadal

Australian Open – 27/01/2019 às 6h30

Uma das maiores rivalidades da história do tênis, Novak Djokovic e Rafael Nadal já se enfrentaram em inúmeras ocasiões.

Como indica o tweet de José Morgado acima, Djokovic lidera o confronto entre eles na quadra sintética e venceu os últimos sete confrontos contra o espanhol nessas condições. Já Nadal leva vantagem em Grand Slams contra o sérvio (somando todos os pisos) e tem vantagem mínima em finais de Slams (4-3) — estão empatados em finais de Slams no sintético, 2-2.

O histórico tem o seu peso e é muito importante, mas é mais relevante analisar o atual momento de ambos e em que condições eles chegam para a decisão de domingo.

Djokovic atropelou Lucas Pouille na semifinal e fez uma partida praticamente perfeita contra o francês. Além disso, o sérvio cedeu dois sets no torneio e ficou 11 horas e 59 minutos em quadra na sua campanha.

Nadal, por sua vez, não cedeu nenhum set no caminho até a decisão e ficou 12 horas e 11 minutos em quadra. Na semifinal, alguns esperavam que ele poderia ter sido testado contra Stefanos Tsitsipas, mas o espanhol foi muito superior e avançou à final com muita tranquilidade.

Tanto Nadal quanto Djokovic são os dois melhores jogadores do circuito atualmente — e com relativa vantagem sobre os demais, estão em outro patamar. É claro que Roger Federer é um dos melhores de todos os tempos (senão o melhor), mas fica claro que está cada vez mais difícil para o suíço acompanhar Djoko e Nadal.

Ambos foram muito bem durante a semana, o nível de tênis apresentado pelo espanhol me agradou mais. Sacando bem (mudou a mecânica de saque e não é quebrado desde a segunda rodada), jogando de forma agressiva, intenso e com um forehand impecável, Nadal foi ganhando ritmo com o passar das rodadas e chega em ótimas condições para a final.

Djokovic também não foi colocado contra a parede na atual edição do Grand Slam australiano e deu um show na semifinal, mas, diferentemente de Nadal, teve alguns momentos de instabilidade na competição. Contra Daniil Medvedev e Denis Shapovalov, por exemplo, o sérvio vacilou em alguns momentos e mostrou certo nível de irritação com o seu jogo.

Após a partida contra Pouille, Djokovic disse que vai ter que adotar uma estratégia diferente para a final. O sérvio sabe que não poderá ser muito passivo e que deverá ser mais agressivo — precisará utilizar seu backhand para abrir a quadra contra Nadal e evitar que o espanhol tenha muita liberdade com o forehand.

Espero uma grande final, porém, como destaquei anteriormente, Nadal me impressionou mais até aqui e provavelmente essa é uma das melhores versões dele em uma quadra sintética. Sendo assim, vejo o hc +3,5 games para o espanhol como uma boa escolha. Esse hc protege uma derrota apertada — como em um eventual quinto set, por exemplo.

Aposta Odds Unidades Casa de Aposta Status
Nadal +3,5 games 1,62 2