Guia da Copa do Mundo de Basquete 2019

Depois de cinco anos de espera, finalmente teremos a Copa do Mundo de Basquete, mais atraente e sendo tratada com muita importância, o Mundial 2019, que será disputado na China, começa no próximo sábado, dia 31, e o Quero Apostar produziu um guia muito bom sobre a competição.

O grande favorito ao título é a seleção norte-americana, atual bi-campeã do torneio, mas Sérvia e Grécia despontam como candidatos a quebrarem essa hegemonia dos EUA. O Brasil está bem qualificado no ranking da FIBA, mas não teve muita sorte no chaveamento, tendo que encarar o difícil time da Grécia.

Confia o Guia:

Grupo A

Sem nenhuma potência, o Grupo A promete muito equlibrio entre Polônia, Venezuela e China. (Divulgação/FIBA)

O grupo da anfitriã China, que deu bastante sorte ao não pegar nenhuma grande potência da competição, porém a expectativa não é boa sobre os chineses, apenas com Yi Jianlian como um jogador destaque, os donos da casa decepcionaram nos amistosos preparatórios e terão que melhorar bastante para alcançar a segunda fase. Representante da América do Sul neste grupo, a Venezuela também não foi muito bem na pré-Copa, porém os amistosos foram mais complicados e o último amistoso deixou um gostinho de confiança na Vinotinto, que bateu a Turquia por 4 pontos de vantagem.

Acredito que a Polônia seja a com mais chances de classificação, mesmo que não seja uma grande potência do continente no esporte, os poloneses atuam em um polo que é muito forte e isso acaba forçando o time a melhorar e ter um rendimento melhor, vejo até que podem terminar tranquilamente com 3-0. Já o saco de pancadas do grupo é a Costa do Marfim, além de nunca ter tido uma campanha boa em Mundial, os marfinenses terminaram com a 14ª colocação no AfroBasket, um péssimo rendimento aliás.

Palpite: 1ºPolônia, 2ºVenezuela, 3ºChina, 4ºCosta do Marfim

Grupo B

O Grupo B é um dos mais equilibrados da Copa do Mundo, mas a Argentina dispara como a favorita para a liderança. (Divulgação/FIBA)

Quarto colocada no EuroBasket, a Rússia vem com uma geração muito boa, porém para este Mundial de Basquete o time terá muita dificuldade, além de não contar com o experiente Mozgov, o time também perdeu o armador Shved, que é uma peça fundamental neste time russo. E a lesão de Shved deixou caminho mais livre para a Argentina, que realmente vacilou nos amistosos preparatórios, mas tem uma seleção que promete demais, com os excelentes Campazzo e Deck chamando a atenção e pedindo a bola, mas também com a experiência de Scola e o bom jogo de Laprovittola, vejo os hermanos com grandes chances de terminar na liderança.

Dominante na Asia Cup, Coréia do Sul tem extrema dificuldade em competições mundiais, tanto que pegando os últimos 20 anos, os coreanos se classificaram para o Mundial em apenas uma oportunidade – em 2010, quando terminou na 23ªcolocação, ou seja, deveram novamente terminar mal colocados, pelo grupo difícil que caíram. A Nigéria é uma equipe que pode surpreender, com alguns jogadores na NBA – caso de Aminu, Udoh e Okogie, o problema do time africano é a situação financeira do país, que tem sido muito complicada, ou seja, não sabemos como chega a cabeça dos nigerianos para este confronto.

Palpite: 1ºArgentina, 2ºRússia, 3ºNigéria e 4ºCoreia do Sul

Grupo C

Uma das favoritas ao título, Espanha não deverá ter dificuldade no Grupo C do Mundial. (Divulgação/FIBA)

Apesar de ter sido facilmente derrotada pelos Estados Unidos, a Espanha segue como um das favoritas a taça, ao lado da Sérvia os espanhóis são os favoritos a derrubarem o gigante EUA, e para sorte deles, caíram em um grupo bem tranquilo, onde deveram registrar 3 vitórias sem dificuldade. Após o sorteio, Porto Rico foi colocado como o candidato a segunda vaga, porém a péssima preparação para o Mundial e a sequência grande de derrotas deixou o time como uma incógnita para a competição, tanto que caiu da 16ª para a 26ª posição no Power Ranking FIBA.

A esperança da Tunisia para avançar neste grupo e derrotar Irã e Porto Rico passa pelas mãos de Salah Mejri, o armador do Dallas Mavericks é o grande nome do torneio para os tunisianos, que surpreenderam nos amistosos e chegam confiantes para a disputa. Indo para a sua segunda participação em Copa do Mundo, o Irã é a zebra desse grupo, primeiro que o elenco iraniano não conta com nenhum jogador que atue fora do país, além disso vejo o time com mega dificuldade para bater Tunisia e Porto Rico, ainda que não sejam duas potências.

Palpite: 1ºEspanha, 2ºTunisia, 3ºPorto Rico e 4ºIrã

Grupo D

Liderando o Power Ranking da FIBA, a Sérvia desponta como a grande favorita deste Grupo D. (Divulgação/FIBA)

É meus amigos a Sérvia chega a Copa do Mundo na primeira posição do Power Ranking, ainda acho que os EUA são os favoritos a taça, mas se tem um time que pode tirar é a Sérvia, então não espero dificuldade para eles nesta primeira fase, até porque não vejo a Sérvia não chegando as semi desta competição. Vindo na sua bota, a Itália também tem um time organizado, com Belinelli chamando a responsabilidade, o problema é que os italianos mostraram uma diferença técnica nos últimos anos, por conta disso não devem fazer mais do que terminarem em segundo.

Em seguida temos duas seleções que estão bem abaixo dos favoritos, mas são distintas, a Filipinas até tem um basquete organizado, conta com Fajardo, Pogoy e Rosário que são boas peças, porém não devem dar trabalho para Itália e Sérvia. Já a Angola é considerada uma das piores equipes do campeonato, se classificou pelo aumento de vagas e é um time que não tem nenhum registro bom em competições internacionais, ou seja, deve ficar 0-3.

Palpite: 1ºSérvia, 2ºItalia, 3ºFilipinas e 4ºAngola

Grupo E

O super favorito Estados Unidos caiu em um grupo bem tranquilo, tendo a Turquia como segunda força. (Divulgação/FIBA)

Vice campeão em 2010, quando foi anfitriã da competição, a Turquia novamente chega com uma geração boa, sendo considerada a segunda força do seu grupo, os turcos carregam bastante expectativa, ainda que a preparação não tenha sido tão boa, já que os turcos perderam algumas partidas importantes, como diante da Grécia. Em seguida vem o time da República Tcheca, sem nenhuma peça importante na NBA e com um time bem limitado em comparação com a Turquia, os tchecos terão que surpreender se quiserem chegar a segunda fase.

Com uma hegemonia de mais de 10 anos em competições internacionais, a seleção dos Estados Unidos chega com um time C para a competição, tendo como destaque jogadores como Kemba Walker, Jaylen Brown e Kyle Kuzma, o time norte-americano chega com um pé atrás, já que perdeu uma invencibilidade de 13 anos para a Austrália, então podemos acreditar que podem vacilar. Ganhando mais espaço no basquete asiático, o time do Japão ainda tem muita dificuldade de combater com equipes fortes como Austrália e China e com um azar, o time caiu em um grupo mega complicado, com duas potências e um país que atua num bom polo, o europeu, então a expectativa é de um Japão com 0-3.

Palpite: 1ºEUA, 2ºTurquia, 3ºRepública Tcheca e 4ºJapão

Grupo F

A seleção brasileira não deu muita sorte, irá enfrentar o excelente time da Grécia, mas tem chances de passar como segundo. (Divulgação/FIBA).

O grupo mais equilibrado dessa Copa do Mundo é o F, mas tem um time que deverá ter facilidade, os gregos além de serem uma equipe com uma liga nacional excelente, que também tem grande tradição em Copas do Mundo, ainda conta com um jogador chamado Giannis Antetokoumpo, que simplesmente foi o MVP da última temporada da NBA e está com sangue nos olhos para ir bem neste ano, além disso os amistosos preparatórios dos celestes terem empolgado o país. A Nova Zelândia sempre está disputando competições mundiais, porém é muito mais por conta da facilidade que é se classificar e por não ter uma geração tão forte neste ano, não imagino que conseguirão um bom resultado.

Mas o Brasil terá que duelar contra o qualificado time de Montenegro, além de ter superado a difícil qualificatória europeia, o time montenegrino chega com um elenco interessante neste ano, a começar pelo excelente Vucevic, que vem de boa temporada e é um time que tecnicamente da muito trabalho para seus adversários, por mais que dificilmente vença. Por fim, vamos falar da tão esperada seleção brasileira, depois de anos ruins, o país se acertou com a liga nacional – o NBB tem ganhado destaque cada vez mais no cenário mundial e o time fez uma pré-Copa muito boa, dando trabalho para os Estados Unidos e ganhando da Argentina.

Palpite: 1ºGrécia, 2ºBrasil, 3ºMontenegro e Nova Zelândia

Grupo G

Com a França como destaque, o Grupo G possuí duas seleções bem acertadas e duas que devem dar pouco trabalho. (Divulgação/FIBA).

Quarto colocado no Pan Americano de 2019, a República Dominicana dificilmente conseguirá avançar de fase, mas as dominicanas podem claramente conseguir dar trabalho para Alemanha e vencer a Jordânia, muito por conta de ter dado tanto trabalho para a Argentina no Pan e mostrar uma qualidade diferente. Já a França é a grande favorita para este grupo, colocada como quarta força deste Campeonato Mundial os franceses vem com uma geração de mega valor, comandada por Rudy Gobert, pelo excelente Fournier e ainda tendo Batum como um coadjuvante que pode brilhar também, ou seja, a França tem tudo para dar trabalho e jogar muito.

Apesar de não estar com a melhor geração dos últimos tempos, a seleção da Alemanha deverá ficar com a segunda vaga pelo bom esquadrão que tem, com Schroder e Theis como destaques os alemães buscam surpreender, mas acho bem difícil pelo fato de termos vários times a frente deles. A Jordânia é uma das piores equipes classificadas no Power Ranking da FIBA, com vários problemas e com dificuldade de atuar em um polo que é limitado, os jordanos chegam com poucas pretensões na competição mundial.

Palpites: 1º França, 2º Alemanha, 3ºDominicana e 4ºJordânia

Grupo H

O último grupo do Mundial é o H e um dos melhores, com 4 equipes bem qualificadas, mas Lituânia e Austrália deverão dominar. (Divulgação/FIBA).

O Grupo H é um dos melhores ranqueados da FIBA, já que dois integrantes deste grupo estão entre o Top 5 do Power Ranking, um deles é a Austrália, com uma equipe EXCELENTE, os australianos chegam com muita moral, principalmente pela vitória espetacular sobre os Estados Unidos há uma semana atrás, mas além disso destaco a qualidade dos jogadores, caso de Paty Mills, Joe Ingles e Bogut, três peças boas. Fortíssima no basquete feminino, a seleção de Canadá nunca teve bons rendimentos em competições masculinas e nesta Copa do Mundo não deverá ser diferente, já que a geração é bem limitada e deverá roubar no máximo uma vitória de Senegal.

Falando dos africanos, a seleção de Senegal chega melhor do que se esperava, com Faye e Dieng, jogador de NBA, os senegalenses até poderiam pensar em uma possível classificação, mas o grupo é mega complicado para sonhar com isto e o time deve no máximo terminar vencendo o Canadá. A outra integrante do Top 5 é a tradicional seleção da Lituânia, que conta com um time interessante, comandado por Valanciunas e Sabonis, tem muita tradição nestas competições e na minha visão não deverá ter dificuldade para avançar.

 

Apostas a Longo Prazo de valor:

 

A maioria dos grupos não tem tantas apostas de valor, já que muitos contam com favoritos que dificilmente devem ser derrotados, porém ainda assim depois de uma grande análise encontrei algumas apostas de valores:

Polônia para vencer o Grupo A: @2.35: Em um grupo sem nenhuma equipe tão forte, a Polôni dispara com uma favorita a vencer este grupo, principalmente porque atua em polo europeu que é bem difícil de se classificar, além disso vejo os poloneses com uma geração bem a frente de China, Venezuela e Costa do Marfim. Então vale a confiança com 2 unidades.

Argentina para vencer o Grupo B: @1.80: Ainda que não seja um dos favoritos ao título, a Argentina tem uma geração mega interessante, com vários jogadores tendo sucesso na Europa – caso de Campazzo e Deck, os hermanos devem até ter dificuldade nesse difícil grupo A, com Rússia e Nigéria, mas vejo avançando bem em primeiro, até pelos problemas que seus adversários tem enfrentado na Pré-Copa do Mundo. Vale 1 unidade aqui.

Tripla França + Grecia + Sérvia @1.68: Gosto demais dessa tripla, ao passo que vejo sendo quase impossível as 3 seleções não terminando na liderança, a França está em um grupo tranquilo, onde deverá ter dificuldade apenas com a Alemanha, já a Grécia tem 3 seleções de nível mediano em seu grupo e a Sérvia não tem nenhum adversário a altura. Logo tem muito valor para irmos com 3 unidades.

Apostas Comparativas

Achei mega interessante este mercado, ao passo que é sempre pegar desempenhos individuais, algumas vezes o time que terminou em segundo em um grupo mais complicado poderá ir mais longe do que o outro que terminou na liderança com 3-0. Então separei 4 duelos que vejo valor para se apostar.

Jordânia x Senegal – Jordânia @2.20: Vejo a Jordânia num momento bem melhor que Senegal, apesar da presença de Dieng e Faye, o fato de estar num grupo complicado poderá ferrar os senegalenses para a fase dos eliminados, diferente da Jordânia, que poderá conseguir arrancar uma vitória, então vale 1 unidade nos jordanos.

Lituânia x Argentina – Lituânia @1.80: Essa tem muito valor, a Lituânia vem com uma geração que melhora a cada partida disputada, tanto que a disputa com a Austrália pela liderança do grupo já está mais em dúvida, acabando um pouco com o favoritismo dos australianos. Além disso, a pré Copa do Mundo dos argentinos não me pareceu tão boa, ainda que o time seja mega forte e com jogadores da Europa, falta peças fundamentais como Scola – no auge – e Ginobli.

Turquia x Brasil – Turquia @1.85: Essa também tem um valor interessante demais, ao passo que o Brasil por mais que venha num momento excelente, melhorando e acabando com a crise da CBB, porém o grupo é bem mais complicado e não ficaria espantado com uma eliminação precoce da seleção nacional, além disso o chaveamento dos turcos é bem mais tranquilo, logo vejo valor na Turquia para ir mais longe.