Forma das equipes – Estatísticas nas apostas

Fala galerinha apostadora! Blz?

Hoje vou dar continuidade à minha série de artigos sobre as estatísticas nas apostas, abordando os temas importantes que devemos levar em consideração ao realizar nossas bets. Se você não leu e quer ler a Parte 01 desse artigo, clique AQUI.

Depois da análise geral feita com a tabela de classificação, é hora de atentarmos para a forma dos times. No futebol.com, ao clicar numa determinada partida, o site vai abrir um leque de estatísticas.

Vou dar como exemplo o confronto entre Real Madrid vs Barcelona:

Esse é um dos maiores confrontos do mundo, uma partida de muita rivalidade, um clássico que todos param para assistir. Será que as estatísticas podem nos auxiliar na nossa aposta? Abaixo enumero alguns fatores que devemos analisar para um confronto, lembrando sempre que as estatísticas são um norte nas suas apostas, mas nunca devem ser olhadas cegamente, sem levar em conta outros fatores.

Histórico recente:

Como o time tem jogado nos últimos jogos? Vem numa boa sequência? Ou está numa fase complicada e precisando se recuperar? A forma recente nos diz muito sobre o momento atual da equipe, se estão numa crescente ou se a tendência é piorar. O psicológico é muito importante no futebol, e não são raras as vezes que vemos uma equipe motivada e engrenada bater outra que teoricamente é melhor.

Na forma recente também podemos ver as datas das partidas, e conseguimos saber se os jogadores tem enfrentado uma grande sequência de jogos ou se tem tido intervalo para descansar.

* Fique ligado! Quando uma equipe faz muitos jogos em sequência (comum quando disputa mais de uma competição ao mesmo tempo), a rotatividade no elenco é maior, e isso pode afetar diretamente o desempenho dela.

Quando dois times tem enfrentado uma sequência de partidas, normalmente aquela que terá um elenco melhor tende a prevalecer.

Recentemente tivemos na disputa da final da Copa do Brasil um time superior (Cruzeiro) enfrentando um teoricamente inferior (Atlético-MG), todavia, o Galo ficou os jogos anteriores atuando com time reserva ou misto, descansando o time principal e se focando para a competição, enquanto o Cruzeiro focou no Brasileirão, se desgastou e não conseguiu reverter a vantagem da primeira partida. Em campo naquela ocasição vimos o time completamente desgastado pela sequência de jogos. Assim, as odds estavam à favor do Cruzeiro, mas o valor estava completamente do lado oposto.

Forma em casa/fora

Uma equipe pode vir de 4 vitórias seguidas, mas se todas foram em casa, diante da torcida, em condições favoráveis, é bom tomar cuidado. Em confrontos devemos sempre estar atentos também ao desempenho dos times dentro e fora de casa (claro que você vai olhar a forma em casa daquele que for o mandante e a forma fora de quem for o visitante). No Futebol.com conseguimos filtrar rapidamente 5 jogos, que eu acredito serem suficientes para sabermos como a equipe anda jogando fora de seus domínios. Mas se você quiser, o site oferece a possibilidade da busca se estender por mais partidas.

No caso do exemplo, peguei dois clubes muito fortes fora e dentro de casa, mas são inúmeros os exemplos de times que em casa dificilmente perdem, (Atlético-MG, Benfica, Borussia Dortmund, etc…), e que fora de casa não mostram a mesma força.

Da mesma forma, um time pode vir numa forma ruim, mas é um visitante indigesto. O Figueirense foi um exemplo disso esse ano. Já o Cruzeiro era bom tanto em casa como longe. Fora de casa o time se preocupava em jogar o seu futebol ofensivo, criando chances, não se importando com a pressão da torcida e outros fatores.

Barcelona, Bayern de Munique e Real Madrid são exemplos de equipes que também buscam adotar a sua filosofia de jogo tanto dentro como fora de casa. Já a Inter de José Mourinho e o Corinthians de Tite eram visitantes muito complicados de vencer, mas por outra característica. Se fechavam muito, jogavam por uma bola ou nenhuma (0x0 rules!) e depois vinham decidir em casa com tudo. Esse tipo de postura é mais utilizado em competições mata-mata, sendo que num campeonato de pontos corridos as equipes não podem se contentar em somar apenas um ponto a cada jogo fora.

Confrontos recentes:

Esse é um dado que eu só levo em consideração em confrontos específicos, pois no geral não devem servir muito como de base. Isso porque as equipes de futebol mudam muito de um ano para outro, e isso faz com que aquela equipe que já não perdia há 5 jogos para seu oponente, seja completamente diferente da que venceu.

Olhe para o seu time hoje. Quantos jogadores vão embora e quantos vão entrar para a próxima temporada? De que adianta o meu Galo estar invicto contra o Cruzeiro nos últimos confrontos? Se não nos reforçarmos e o Cruzeiro vier com tudo, os fatores supracitados serão bem mais relevantes.

Mas como eu disse, em casos específicos os confrontos recentes podem ajudar numa aposta. Veja esse exemplo:

Com dois dos melhores times do mundo, fica difícil saber quem vai ganhar uma partida. Notem como estão divididos os números de vitórias, derrotas e empates.

Nesse caso as estatísticas para uma aposta em moneyline não nos ajudam em nada, mas vejam a quantidade de partidas com muitos gols. Desde 2012, apenas uma partida teve menos de 2.5, e isso porque ela teve 2 gols. O ambas marcam bateu em TODOS os jogos.

Eu costumo brincar que o over nas partidas de Real vs Barça é gabarito. No dia 20/03/2015 teremos uma. Lembre de mim se ganhar a bet no over 😛

Existem ainda estatísticas ainda mais aprofundadas, mas sobre elas falarei num próximo post.

Até lá siga apostando com inteligência e responsabilidade! Qualquer dúvida é só comentar no post, ou me chamar no facebook.

Crie sua conta e comece a lucrar com o ApostasOnline:

apostador brasileiroapostasapostas brasilapostas esportivasapostas estatisticasapostas onlineapuestasartigoartigo apostasartigo apostas esportivasbetsbonus apostas onlinecomo apostarDestaquesdinheiroestatisticasestatisticas nas apostasganhar dinheiroganhar dinheiro com apostaslucrarlucrar com apostaspicksstatstipstipstertiquinho