Blog do Tiquinho: Você não é importante

Embora eu seja um apostador experiente, vez ou outra me pego com aqueles mesmos sentimentos tiltantes que ocorrem com todos, e dias atrás aconteceu uma história interessante, a qual conto agora:

Não sei se você viu, mas lá no mercadodasapostas estamos fazendo o método da passagem dos bônus das casas de apostas para a Betfair. A ideia é ajudar o pessoal a montar uma banca, bem como mostrar que esse “método mágico” não é tão fácil como parece. Se você quer saber mais sobre isso, leia o “Diário método dos bônus“.

Depois de ter corrido tudo certo com a passagem dos bônus da 188bet, ApostasOnline, Bet365 e Dhoze, fomos para a Rivalo e as lá coisas começaram a desandar. Bônus e rollover alto, odds precisando ser acima de 2.00, e pra piorar as apostas não entravam. O dinheiro na Betfair ia acabando e o risco de ter que depositar mais era cada  vez maior. Esse é um risco real que ocorre nesse método, mas como há muitas pessoas acompanhando, não queria que elas precisassem investir mais, pois muitas não tem uma condição alta, e ter que dispender mais R$ 400 não tá fácil pra ninguém. A responsabilidade de dar a cara a tapa nisso é grande, e a pressão também.

Estava chateado porque fazia as análises com todo o cuidado, gastava horas procurando um jogo que atingisse os requisitos, mas na hora dava tudo errado. E é aí que vem um fantasma que assombra muitos apostadores: o de achar que os deuses das apostas estão contra você. Parece que o jogador erra o pênalti, o zagueiro marca contra, o juiz não marca a falta, só porque você apostou naquele jogo.

Nos sentimos mais importantes do que qualquer outra coisa, e achamos até que as casas gastam centenas de milhares para comprar um jogo só pra não ter que pagar a nossa aposta de R$ 50.

Fato é que nesse projeto estávamos prestes a quebrar na Betfair sem cumprir o rollover, e depois de mais uma entrada perdida, só tinha pendente uma no jogo entre Manchester City e Tottenham, a qual se acertasse teria condições de cumprir o rollover sem precisar depositar mais.

Eu li sobre esse jogo em muitos lugares, escolhi ele a dedo junto com a turma de futebol do Quero Apostar, e estávamos todos convictos de que teríamos muitos gols. Não só eu, mas a imensa maioria das análises da partida que li era nesse sentido. Me sentei para assistir ao confronto e nada do gol sair.

Claro que a culpa era minha, que apostei e recomendei aquele jogo. Por causa de mim a bola não ia entrar e todos que foram no over 2.5 iriam se fu… Mesmo com toda experiência de anos me senti novamente um iniciante xingando o mundo pelos gols que não saíram SÓ PORQUE EU TINHA APOSTADO.

Foi aí que parei e me dei conta da minha insignificância no mundo, e de que o universo não estava conspirando contra o Mercado das Apostas. Se fossem sair gols naquele jogo seria porque os jogadores o estavam buscando, não porque eu apostei. City e Tottenham nem sabem que eu existo, e se não rolasse o gol, paciência, pois um bom trabalho na prévia do jogo eu tinha certeza que havia feito. Faça bem feito e as coisas darão certo. Temos que ter isso em mente sempre.

Desencanei da partida, fui pro aeroporto pegar o voo pra Portugal e nem me preocupei com o 2º tempo. No caminho fiquei escutando um podcast.

Uma hora depois cheguei no aeroporto e fui acessar futebol.com para ver o resultado: 2×1 Tottenham 🙂

Ainda não tem conta na Playbonds? Então registre-se e ganhe R$ 50 grátis sem precisar depositar:

Quer começar nas apostas esportivas? Dá uma olhada no meu ebook:

apostadorapostador brasileiroapostador profissionalapostasapostas esportivasapostas onlineaprender apostasmindset vencedorthiago pessoatipstertiquinho
Comments (9)
Add Comment