Análise finais da NBA: qual a melhor bet na série?

Nesta quinta, 1 de junho, começa a grande decisão do melhor basquete do mundo. O mundo esportivo estará de olho na Quicken Loans Arena e Oracle Arena, palcos da finalíssima da NBA entre Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers. Nesse duelo entre os dois melhores times do mundo, também é uma ótima chance para dissecar todas as possibilidades da série e encontrar a melhor bet.

Vamos nessa!

Vantagem nos rebotes pode ser um ótima para os Cavs

Na última temporada, um dos grandes motivos pelo qual os Cavs derrotaram os Warriors na decisão estava na tábua. E assim foi, também, um motivo decisivo quando os Cavs fizeram uma série dura em 2015, mesmo desfalcado de Kevin Love e Kyrie Irving.

Cleveland sabe que não tem o mesmo talento que os Warriors, e não tem como haver. No papel, não há time melhor do que os Warriors na história da NBA — não dá para os Bulls de 1996, desculpa. Juntar Kevin Durant, Stephen Curry, Klay Thompson e Draymond Green é algo digno de Space Jam contra os monstros ET. Portanto, é preciso combater os Warriors de forma diferente do que correria e ataque.

O jeito dos Cavs combater isso foi montando um time mais forte fisicamente, e que consegue levar vantagem considerável na tábua. E o encaixe de jogo nessa série pode ser muito favorável aos Cavs nisso. Cleveland conta com Love e Tristan Thompson no garrafão, que são dois excelentes reboteiros. Provavelmente Zaza Pachulia não deve jogar mais do que 10 minutos por jogo nessa série, mas quando ele estiver em quadra, o georgiano será engolido fisicamente.

Análise das finais da NBA: Qual a melhor bet para a série?

Love pode ser um fator decisivo na série (Getty Images)

Além disso, Golden State vem jogando muito com a seguinte formação: Curry, Thompson, Iguodala, Durant e Green, adotando um small completo de um time extremamente versátil em que Green (um ala-pivô de origem, mas que sabe carregar a bola) é o homem de pivô em quadra. Em contrapartida, para combater isso, Cleveland deve utilizar na maior parte da série um lineup com Irving, Smith/Shumpert, LeBron, Love e Thompson, e a vantagem seria considerável em termos físicos para os Cavs.

Uma vez Pat Riley, lendário treinador do showtime do Los Angeles Lakers da década de 1980, disse que rebote é uma das coisas mais subestimadas em um time campeão. Cleveland certamente terá a vantagem na tábua para essa série, e pode ser algo que renda algumas posses de bola extremamente valiosa para eles.

Durant vai ser o cara da série

Durant com odd de 2,90 para ser o MVP (Getty Images)

Se tiver que apostar em um MVP para essa série, a melhor aposta é pegar Durant. E há alguns motivos para isso:

  1. Ele é o melhor scorer do planeta. Não tem ninguém melhor do que ele para pegar fogo e começar a fazer cestas como um louco.
  2. Durant está em boa forma, e esse descanso extra de uma semana é fundamental para alguém que estava com lesão no joelho.
  3. Cleveland simplesmente não tem ninguém para marcar Durant.

Em dois jogos contra os Cavs na temporada, Durant teve média de 28,5 pontos com 51,3% de aproveitamento nos chutes de quadra. Isso porque Richard Jefferson, um aposentado em atividade, marcou o ala durante esses dois jogos e facilitou bastante a vida de Durant.

Num mudo ideal e de videogame, LeBron marcaria Durant durante todos os prováveis pelo menos seis jogos da série, mas na realidade isso não deve se concretizar. LeBron precisa concentrar suas forças no ataque, e provavelmente só pegará KD para marcar no último quarto ou em situações muito específicas.

Durant vai ter passe livre durante a série, e deve colocar pelo menos 25 pontos por jogo. Olho no mercado de pontos, e para MVP.

LeBron ainda está no auge

Sétima final seguida do LeBron (AP)

Parece surreal um jogador que já tem 14 anos atuando em nível extremamente alto, mas que consegue continuar no auge. Esse é o caso de LeBron, que nesta pós-temporada está tão dominante como sempre. Em 13 jogos até agora, as médias são assustadoras: 32,5 pontos, 7,0 assistências, 8,0 rebotes e 56,6% de aproveitamento nos chutes de quadra.

Espere um LeBron extremamente dominante durante a série, se você acha que Cleveland será o campeão, vale a pena uma bet colocando ele como MVP. Difícil esse prêmio ir para outro jogador, caso os Cavs vençam.

Cleveland tem a vantagem no duelo de treinadores

Mike Brown é um head coach patético em nível NBA, certamente um dos piores da última década. Ele não consegue mais emprego como treinador principal, o máximo como auxiliar e já treinou LeBron nos tempos de Cavs quando o ataque com o melhor jogador do mundo não era potencializado por causa de um esquema ruim montado por Brown.

Lue pode ser bicampeão em dois anos de head coach (Getty Images)

Steve Kerr não volta mais nestes playoffs, e isso é um baque para os Warriors. Essa é uma série que deve ser muito longa, de muitos ajustes e coisas fundamentais que precisarão ser mudadas. Claro que Kerr estará nos bastidores, mas no calor do jogo, Brown é quem precisará tomar as decisões e isso pode ser um perigo.

Apesar de Tyronn Lue não ser nenhuma proeza como treinador, e não chega no patamar dos 10 melhores em atividade, ele já provou ser um estrategista melhor do que Brown. Lue, mais do que Brown, conhece seu time muito bem e já trabalha nos Cavs há muitos anos.

No escopo geral, a vantagem aqui vai para os Cavs, e isso pode ter uma significância na série.

E aí, apostar no quê?

Vai ser complicado Golden State atropelar nessa série. Por mais que seja um time extraordinário, o fator LeBron + vantagem nos rebotes é algo que não pode ser excluído aqui. Acredito que os Warriors terão muita dificuldades para confirmar esse favoritismo ao título, e certamente não vale uma bet de 1,37 para esse time derrotar os Cavs na série — simplesmente não há valor nisso.

Com isso, apostando numa série muito longa e em um eventual título dos Cavs — o que não seria surpresa — a melhor bet é pegar um handicap para essa série. Assim como aconteceu no último ano, devemos ter jogo sete nesse duelo espetacular entre os dois melhores times do mundo.

Cleveland +1,5 no handicap da série também cobre, claro, uma eventual conquista dos Cavs em menos de sete jogos — isso sim seria surpresa, no entanto. Com as odds muito desniveladas, essa é a melhor bet para a série.

Aposta Odds Unidades Casa de Aposta Status
Cleveland +1,5 na série 1,76 3
Vinicius Veiga

Graduando em jornalismo e fanático por esportes americanos, tenho orgulho de ter isso como profissão. Há uma década acompanhando de perto as grandes ligas, sou tipster do Quero Apostar desde 2013. Sou dono do Casa do Beisebol, maior site de beisebol do Brasil, e trabalhei por um ano como repórter do ExtraTime, do UOL. Minha paixão são os esportes americanos, e eles são a minha vida.

Posts Relacionados