Futebol argentino em 5 dias na Argentina

Fala pessoal, estou cada vez mais focado em aprender, cobrir e me especializar em apostas no futebol argentino. Acredito que isso é válido demais para qualquer apostador: quanto mais especialista, melhor.

Visto isso, eu, Tiquinho, Gustavo e Danilo fizemos uma viagem de 5 dias em terras hermanas para acompanhar in loco várias partidas dos campeonatos locais. E foi do cara***! De verdade, nunca imaginei que um tempo presencial por lá me daria tanta informação e experiência para agregar e extrair cada vez mais valor em apostas no futebol argentino.

A viagem para a Argentina surgiu em meio a classificação do Palmeiras para as semifinais da Libertadores, porém não imaginaria que se tornaria tão importante para mim, ao passo que a jornada foi além da diversão e me trouxe uma visão de que o futebol argentino é onde me encaixo da melhor forma e vi que preciso focar meus estudos e análises nos campeonatos da Argentina.

Incrivelmente consegui ir todos os dias nos estádios. Chegamos na sexta-feira e fomos embora só na quinta-feira seguinte. Neste curto período, nós visitamos 7 estádios diferentes, sendo eles: José Amalfitani (Velez Sarsfield), Ciudad de Lanús (Lanús), Ciudad de Quilmes (Estudiantes), El Libertador (Independiente), Nuevo Gasômetro (San Lorenzo), Monumental del Nunez (River Plate) e La Bombonera (Boca Juniors).

Experiência nos estádios do futebol argentino

Dos 7 estádios, cada um deles tem a sua particularidade. No José Amalfitani por exemplo, a estrutura do estádio e a qualidade do gramado dá a possibilidade de acharmos que estamos nos Estados Unidos ou até na Europa. Por outro lado temos também o famoso “estádio raiz”, que é o caso do Ciudad de Lanús, não sendo uma “cancha” moderna, mas com a característica de ser um estádio mega acanhado, ajudando bastante na pressão da torcida.

Futebol argentino no Estádio José Amalfitani

Infelizmente não conseguimos visitar o estádio oficial do Estudiantes, ao passo que o mesmo está passando por uma reforma e o clube tem mandado suas partidas no Ciudad de Quilmes. O fato de conhecer o palco onde o Quilmes manda os seus jogos foi uma experiência incrível, muito por conta de que o time está na segunda divisão, mas atua em um estádio muito bonito e bom para se ver um jogo.

E temos que falar dos 3 estádios mais bonitos da Argentina, sendo o primeiro o do Independiente. O maior campeão de Libertadores da história possuí um estádio ESPETACULAR, não apenas na questão de pressão sobre o adversário, mas também pelo fato de ter uma estrutura e uma modernidade que poucos estádios no país tem. Arrisco dizer que foi o estádio mais bonito que já estive em minha vida.

Por fim, o Monumental de Nunez e a La Bombonera mostram o porque de River Plate e Boca Juniors serem os maiores clubes do pais, a pressão que ambos possuem, as torcidas que não param de cantar e o principal: deu para ver claramente que a final da Libertadores será foda! Acredito que vamos presenciar dois grandes jogos na final do torneio continental.

Uma das grandes diferenças de ir no estádio no Brasil e ir na Argentina é a questão da segurança, ainda que recentemente os jogos tenham ficado mais seguros no nosso país, a preocupação daqui não é igual lá, tanto que não é possível estacionar seu carro na proximidade do estádio, ao passo que na maioria deles o acesso por carro é bloqueado algumas ruas antes, porém é importante destacar que isto acontece com equipes com mais torcida – casos de Estudiantes, Boca Juniors, River Plate e Independiente.

Outro ponto que precisamos elogiar nos estádios argentinos é a comida (hahaha)! Tudo bem que todos eles vendem praticamente a mesma coisa – pão com linguiça ou carne – mas devo confessar que dá de 10 a 0 em vários lanches do Brasil! Além disso, o fato de Buenos Aires ser uma cidade com um clima muito frio deixa a venda de chás e cafés em alta, diferente do Brasil que vemos muitos picolés e cerveja gelada sendo vendidos nos estádios, até porque o clima no nosso país é bem diferente.

Ingressos no futebol argentino

A venda de ingressos é um problema na Argentina! Como nem tudo é perfeito, tenho uma crítica a fazer sobre as equipes do futebol argentino: é muito ruim a venda de ingressos, estamos acostumados a chegar no estádio e comprar, porém na Argentina os ingressos são vendidos há alguns metros do estádio (cerca de 500 para mais), em lugares que nunca imaginaríamos que teriam. Isso complica, principalmente para turistas que não estão acostumados e podem passar um certo perrengue nesse processo. Porém, sem ser injusto com todos os clubes da primeira divisão argentina, o Vélez Sarsfield tem o formato de vendas de ingresso bem parecido com o Brasil. Acredito que todos os clubes de lá deviam fazer algo semelhante.

Os dois confrontos da Copa Libertadores (River Plate x Grêmio e Boca Juniors x Palmeiras) acabaram tendo seus ingressos esgotados antes mesmo de abrir para os não-sócios, o que no Brasil é diferente, pelo menos com o Palmeiras, que em jogos importantes deixa uma quantia para quem não tem a condição de pagar o sócio-torcedor e quer ir na partida de mais importância. Isso foi um problema pra nós no início e acabamos tendo que comprar os ingressos em revenda mesmo.

E as apostas?

Algo que também chamou muito a atenção é o fato de que a leitura live no campeonato da Argentina, muitas vezes uma equipe não vem em alta, mas no jogo em si está bem e acaba vencendo, como foi o caso do Lanús, que venceu o Patronato por 3-1, o atual vice-campeão da Libertadores ainda não havia vencido na temporada.

Ou seja, todos esses fatores que citei no texto me deixaram ainda mais apaixonados por este país maravilhoso e isso também ajuda para entender como o futebol é tratado na Argentina, conhecendo os fatores extra-campo que usaremos a nosso favor nas apostas.

Portanto, a viagem me trouxe um conhecimento gigantesco sobre os times, não em questão dos jogadores em si, mas mostrou que a força da torcida, o mando de campo (aqui vale um artigo só sobre isto), o formato do estádio são importantíssimos para se levar em conta na análise, se mostrando ser um ponto bem diferencial do futebol argentino.

É óbvio que se especializar em um campeonato, conhecer bem os times, saber a maioria dos principais jogadores é importante, mas o fato de ir no estádio também ajuda muito, na leitura dos clubes e para perceber como é um jogo de futebol, basquete ou qualquer outro esporte, ainda que não seja naquele campeonato que você aposte, ir no estádio te ajudará muito.

Ganhe R$ 500 de bônus na 1xbet:

Caio Maturano

Graduando jornalismo, tem o sonho de ser um grande apostador e ao mesmo tempo um baita jornalista. Sou irmão do Gustavo Maturano e tenho fanatismo por futebol, principalmente o da América do Sul. Trabalho no Quero Apostar desde 2015 e também faço parte do portal Torcedores.com. Há algum tempo descobri uma paixão por Basquete, que tem resultado em lucro com o NBB.

Posts Relacionados