Como apostar no UFC

Eu amo esportes, e amo apostar em qualquer competição desde que tenha valor e o jogo seja bom. Para mim, mesmo que minha aposta não seja certa naquele momento, vale a adrenalina e emoção proporcionadas pelo embate. E talvez os eventos de lutas sejam aqueles que mais evidenciam essa adrenalina, pois as coisas mudam muito rápido. Um lutador está por cima, golpeando, e de repente o que está por baixo encaixa uma chave de braço e vence o combate. Lembram de quando o Anderson Silva pegou o braço do Sonnen no último round? Pois ele me salvou algumas centenas de dólares!

Naquele dia eu fui do inferno ao céu em poucos segundos, e essa sensação é simplesmente indescritível! E o melhor, no UFC elas ocorrem até de maneira corriqueira. Tenho certeza que você se lembrou de um nocaute espetacular agora mesmo.

É meio que da natureza humana vermos nossos iguais se baterem, provando quem é o mais forte. Era com os gladiadores na Roma Antiga, agora temos (já dizia Galvão Bueno) os gladiadores do 3º milênio. E temos que confessar, é bom demais ver um cara sentando a porrada no outro! E se ele for o que apostamos, melhor ainda!

Enfim, apostar em lutas é emoção garantida quase sempre, com injeções de doses de adrenalina que se fossem vendidas na farmácia seriam bem caras.

Mas para não sair rasgando o seu dinheiro em qualquer grandão que vai enfrentar um baixinho, ou julgar pela cor do calção, cara de mau, etc… é bom aprender a fazer uma boa análise de cada luta.

Análise:

1) Lutadores:

Analisar um lutador não é ver seu físico, mas sim saber qual a sua especialidade, se é a luta em pé, a luta no chão, se é um mix, seu poder de nocaute, bem como ele se sai contra determinado tipo de luta, em especial a do seu oponente.

Além disso, um fator determinante é o seu fôlego, pois se ele é um cara que gasta muita energia no começo para nocautear e não conseguir, as coisas podem ficar complicadas para ele nos próximos rounds.

Quando sair um Card de um evento, no site da organização você consegue ver dezenas de informações sobre o lutador, como seu scout de vitórias e derrotas, sua posição na organização, últimos confrontos, etc…

Muitas lutas são casadas entre atletas com características bastante parecidas, só que por conta disso, aquele que foge um pouco da escrita pode vencer. Por exemplo, se temos frente à frente dois faixas preta de jiu-jitsu, eles provavelmente vão se anular no chão. Todavia, se um deles priorizar a luta em pé e vier com um jogo afiado em cima, saindo da curva, certamente terá vantagem num jogo que o adversário não espera, ou que não é tão bom.

2) Momento dos lutadores/estatísticas:

Como vem o lutador para a luta? Qual o seu retrospecto? Está subindo na divisão e vem somando vitórias? Aspira o cinturão? Vem duma série de derrotas? Desceu de categoria para ter mais chances?

Esses são alguns exemplos de situações que os lutadores vivem. Muitas vezes temos lutas que são casadas exatamente com um propósito, seja para o lutador vencer e ir disputar o título num evento que vai vender muito, seja para recuperar a confiança após perder o cinturão, etc…

Claro que a zebra pode aparecer, mas geralmente não é isso que acontece.

3) Preparação:

Esse é o principal ponto da análise de uma luta. Como foi o training camp dos lutadores? Ele teve tempo para treinar, ou foi chamado de última hora? Nos eventos de MMA as lutas são anunciadas com muito tempo de antecedência, com os atletas tendo meses para se preparar para um combate. Assim, estudam com afinco o jogo do outro, pensando numa estratégia de vencê-lo. Contudo, nem sempre isso acontece na prática.

Muitos atletas são verdadeiros “porra louca” e não tem um extra octógono como deveria. Bebem demais, engordam, enfrentam problemas pessoais e se desmotivam. Outros acabam sofrendo lesões e não conseguem voltar ao ritmo ideal de combate.

Lembro que na primeira luta do Cain Velasquez contra o Cigano, o americano vinha de lesão, e claramente não se apresentava na melhor forma física. Cigano por outro lado estava no auge, e acabou ganhando o cinturão naquele momento. Depois o contrário aconteceu, com Velasquez se apresentando numa forma bem melhor, retomando o cinturão.

No UFC de Porto Alegre que fui gravar o apostador em campo há algumas semanas, pequei muito na análise da luta principal, pois ignorei a preparação de Frank Mir, com base no que ele vinha apresentando nos últimos combates. Quando vi no telão os vídeos da sua preparação, depoimento, bem como a forma física que estava, sabia que fatalmente iria vencer. Nesse caso eu poderia fazer uma aposta ao vivo, mas como estava gravando, decidi manter a minha aposta como havia postado no site.

Vídeo

3) Fator casa:

Não é tão relevante, mas lutar em casa é sim um fator a ser levado em consideração. Brigar na frente de seus compatriotas ajuda não só na motivação do atleta na hora do combate, quando será empurrado pela torcida, mas também na preparação, pois está acostumado ao ambiente.

Quando as lutas são no Brasil, muitos gringos sentem demais a temperatura, e nos dias anteriores podem dormir mal, bem como se desgastar mais na hora do combate. Tudo isso vai se refletir na hora que o pau come.

Da mesma forma, temos eventos na Suécia, Japão, entre outros países com características peculiares. No Japão tem o fanatismo da torcida, mas também a questão do fuso e da comida.

Agora quando as coisas são nos EUA, ficam bastante parelhas, a não ser que um atleta tenha uma história com a cidade, um carisma fora do normal. No geral lá eles querem boas lutas, independente de quem vença.

4) Peso:

Essa já é uma análise que irá refletir no tipo de aposta. No MMA temos o Mosca, Galo, Pena, Leve, Meio-médio, Médio, Meio-Pesado, Pesado, e Galo Feminino.

Se um lutador é muito leve, dificilmente sua mão vai ser pesada. E se sua mão não é muito pesada, seu poder de nocaute com um golpe não será muito alto. Assim, as lutas dos pesos mais leves são na maioria das vezes decididas por pontos, ou por finalização. Desta feita, se não tem um favorito muito claro, ou se as odds estão muito baixas para o seu favorito, você pode optar pelo handicap de rounds.

Agora, se temos dois brutamontes se digladiando, é difícil esperar um combate longo. Muito porque eles consomem muita energia, e se a luta se estender, perdem muita potência. Assim, a não ser que sejam lutadores de chão, ou que estejam muito bem preparados fisicamente, um nocaute no primeiro round para qualquer um dos lados é um boa.

Aliás, se as odds estão muito altas para um lutador que tem poder de nocaute, uma aposta arriscada nele vale à pena. No MMA é muito difícil um Card onde todos os favoritos vençam, e se acertamos onde será ou serão as zebras, podemos ganhar uma bolada.

A maior aposta ganha na minha vida de apostador foi no UFC, onde acertei uma combinada com quase todo o card, menos uma luta que pulei. Comprei video game, TV, e mais uma coisinhas pro meu antigo escritório. E ainda paguei a pizza da galera que estava comigo vendo a luta!

No UFC Fight Night 61, que eu perdi uma grana, um apostador acertou uma combinada e ganhou R$ 27 mil!

Mercados mais comuns das lutas

1) Moneyline:

É o mais comum das casas de apostas. Significa apostar no vencedor do combate, qualquer que seja o método. Mesmo havendo possibilidade de empate numa luta, não é permitido apostar nesse resultado. Se acontecer, sua aposta será devolvida.

2) Handicap:

No MMA o handicap é para o número de rounds. Assim, geralmente apostamos se uma luta terá mais ou menos de 2.5 rounds. Quando a possibilidade de nocaute é grande, as casas ajustam o over para 1.5 rounds. Nas disputas de cinturão, que tem 5 rounds, pode ir para over 3.5 ou 4.5 rounds.

É uma modalidade muito boa de se apostar, pois como disse, você pode não saber para que lado vai o combate, mas sabe perfeitamente como ele irá se desenrolar. Se é um nocaute no começo para um dos lados, uma decisão acirrada, ou mesmo uma vitória tranquila de um favorito em todos os rounds, mas que tem odds maiores no over do que no moneyline.

3) Método de vitória:

Decisão, finalização ou nocaute? Como será a vitória do lutador no qual está apostando?

Esse tipo de aposta aumenta as odds, pois é muito mais difícil acertar que um lutador vai ganhar de nocaute, do que só ganhar.

Essa é uma aposta que eu gosto de fazer em situações bem específicas, como na Ronda Rousey finalizando, ou então quando um lutador só vai vencer se for daquele jeito. Por exemplo, um atleta que não sabe nada de chão, não sabe finalizar, e tem fôlego ruim. Ou seja, ou ele ganha por nocaute, ou perde a luta. Assim, é melhor apostar nessa variável, que terá odds bem altas, do que só na sua vitória. É uma maneira de acertarmos um jackpot, principalmente se formos na zebra.

Outras dicas:

Site do UFC

Transmissão:

O melhor lugar para ver UFC é no Canal Combate, que é pay-per-view.

Você até consegue alguns streamings na net, mas quando é um grande evento, fica muito lerdo. O melhor a fazer se não for assinar o canal é chamar uns amigos pra ver em casa, comprar a luta e dividir o valor entre os convidados.

Digo isso porque ir num pub nem sempre compensa, pois algumas lutas vão até altas horas, e muitos bares não ficam abertos até altas horas da madrugada.

Onde apostar em lutas:

Ficou com vontade de apostar nesse esporte?

Comece a apostar com a 188bet!

Tiquinho

Formado em direito, este amante do Poker e das apostas esportivas dá pitaco em todos os esportes. Responsável pelo Quero Apostar, busca popularizar as apostas esportivas no Brasil, mostrando que podemos sim ganhar dinheiro com nossos esportes favoritos.

Posts Relacionados